Notícias » Arqueologia

Cemitério ‘esquecido’ com mais de 30 túmulos de afro-americanos é descoberto nos EUA

Pesquisadores encontraram artefatos como moedas, uma lápide de alumínio intacta e restos de caixões

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/02/2021, às 08h00

Escavações realizadas em Clearwater
Escavações realizadas em Clearwater - Divulgação/Cidade de Clearwater

Em 2019, arqueólogos identificaram um cemitério contendo as sepulturas de 145 afro-americanos em uma escola secundária de Tampa, no estado norte-americano da Flórida. No começo do ano passado, mais covas foram identificadas em um estacionamento na mesma região.

As descobertas desse tipo não pararam por aí. Agora, pesquisadores divulgaram a identificação de mais outro cemitério esquecido de afro-americanos no passado de segregação racial dos Estados Unidos, localizado na cidade de Clearwater.

Especialistas da Rede de Arqueologia Pública da Flórida, com sede na Universidade do Sul da Flórida, descobriram ao menos 29 novos enterros de pessoas negras que datam das décadas de 1940 e 1950.

O arqueólogo Jeff Moates disse: “Nós descobrimos material que você esperaria estar associado a sepulturas. Há evidências de ferragens de caixão, restos de caixões em decomposição, abóbadas de concreto, lápides associadas ou materiais de lápide que estão em um tipo de estado perturbado.”

Foram encontrados inúmeros artefatos no cemitério, que conta com as covas não marcadas. Duas moedas, uma datando de 1942 e outra de 1940, foram identificadas. Essa datação é explicada pelo período de funcionamento do Cemitério North Greenwood. 

Moates acrescentou que uma “lápide de alumínio intacta no nome do indivíduo falecido, Sr. William Ridley, que foi enterrado em 1951” também foi descoberta.