Notícias » Entretenimento

Cenas inéditas de Pulp Fiction serão vendidas em tokens criptográficos

Quentin Tarantino anunciou que vai leiloar NFTs com cenas novas e comentários exclusivos sobre o filme de 1994

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 03/11/2021, às 15h27

A personagem Mia Wallace em Pulp Fiction
A personagem Mia Wallace em Pulp Fiction - Reprodução / Miramax

Na última terça-feira, 2, o diretor super estrela Quentin Tarantino, responsável por filmes como Kill Bill e Era Uma Vez em Hollywood, anunciou uma nova maneira de grandes fãs terem acesso a cenas inéditas de outro de seus clássicos, Pulp Fiction: Tempo de Violência, de 1994: a venda de NFTs.

O diretor estará vendendo sete cenas exclusivas de Pulp Fiction, dentro destes tokens não-fungíveis, ou NFTs. Os NFTs são um tipo completamente único de token criptográfico, os quais não funcionam como criptomoedas, mas, sim como um item colecionável, já que não podem ser trocados por outros do tipo.

Os tokens não-fungíveis que forem vendidos vão incluir pedaços do roteiro original, manuscrito, de Pulp Fiction e comentários exclusivos de Tarantino sobre a obra, segundo cobertura do portal de notícias CNN

Para evitar qualquer vazamento de conteúdo inédito, os NFTs serão produzidos por um blockchain que garante a privacidade de suas criptografias, chamado Rede Secreta.

Contando com um Oscar de Melhor Roteiro e uma audiência de 96% no site de análise de filmes Rotten Tomatoes, Pulp Fiction é um clássico do cinema e seus fãs adorarão assistir às novas cenas, segundo o próprio Tarantino.

“Estou animado para apresentar essas cenas exclusivas de ‘Pulp Fiction’ aos fãs”, afirmou o diretor de Kill Bill em comunicado oficial.