Busca
Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaYoutube Aventuras na HistóriaTiktok Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Monarquia

Charles III deseja despejar o irmão, Andrew, de mansão de R$ 190 milhões

Segundo especialista na realeza britânica, mansão de 31 quartos passa por problemas de manutenção: “péssimo estado”; entenda!

Fabio Previdelli

por Fabio Previdelli

fprevidelli_colab@caras.com.br

Publicado em 15/05/2024, às 11h50

WhatsAppFacebookTwitterFlipboardGmail
Rei Charles III - Getty Images
Rei Charles III - Getty Images

Segundo um especialista real, o rei Charles III está lutando para despejar seu irmão, o príncipe Andrew, de uma residência real avaliada em 37 milhões de dólares — cerca de 190 milhões de reais. 

O desejo de despejar Andrew do Royal Lodge já vem de anos, principalmente pelo escândalo envolvendo o príncipe e sua relação com o controverso empresário pedófilo Jeffrey Epstein; que veio à tona em 2019. 

+ Novo retrato oficial de Charles III é divulgado pelo Palácio de Buckingham

Além disso, aponta o Us Weekly, o duque de York, atualmente com 63 anos, teria negligenciado o pagamento da manutenção anual da propriedade, com valores que giram em torno de 500 mil dólares (por volta de R$ 2,5 milhões). 

Ao Fox News, o comentarista real Ian Pelham Turner explicou que Charles deseja recuperar as chaves do Royal Lodge o quanto antes. "O príncipe Andrew está lutando muito para permanecer um membro da realeza sênior… O problema é que a casa dele está em péssimo estado de conservação. Acredito que Charles acha que gastar dinheiro com Andrew não seria uma boa ideia".

Por outro lado, a rainha teria dito em seu leito de morte a Charles para cuidar de Andrew, que sempre foi considerado seu filho favorito", continuou ele. "O rei Charles está convencido de que uma casa tão grande, especialmente se precisar de uma quantia significativa de dinheiro gasta nela, ele só pode fazer isso por William e [seus] filhos".

Problemas em Royal Lodge

Conforme relata o Ny Post, o Royal Lodge vem enfrentando uma série de problemas, como relatos de "umidade" e "desgastes" em todo o edifício. Além disso, o edifício apresenta fissuras que "agravam-se na alvenaria", bem como pintura descascada e queda de reboco. 

Andrew vive no local, situado nos terrenos do Castelo de Windsor, desde 2004. Anteriormente, o terreno pertencia à Rainha Mãe, que morreu em 2002. O duque de York divide a mansão de 31 quartos com sua ex-esposa, Sarah Ferguson.