Notícias » Brasil

Chefe de organização criminosa foge da prisão no Mato Grosso do Sul

‘Tio Arantes’ já havia comandando uma grande rebelião em 2006

Redação Publicado em 24/11/2021, às 13h00

Centro Penal Agroindustrial da Gameleira de Campo Grande
Centro Penal Agroindustrial da Gameleira de Campo Grande - Divulgação/Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário

Na madrugada da última terça-feira, 23, José Claudio Arantes, mais conhecido como ‘Tio Arantes’ fugiu da prisão, em Campo Grande, do no Mato Grosso do Sul. De acordo com a polícia, o detento seria um dos chefes da organização criminosa PCC.

Em nota, a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), informou que Tio Arantes teria escapado pela cerca do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira. A fuga está sendo apurada pelas autoridades. 

Segundo informações publicadas pelo portal de notícias g1, o fugitivo estava cumprindo pena por tráfico de drogas e roubo, mas já havia sido investigado por assalto a banco.

O homem foi apontado como um dos mandantes de uma rebelião no Estabelecimento Penal Jair Ferreira de Carvalho, a penitenciária Máxima, em Campo Grande, no MS, em maio de 2006. Na ocasião, vários presídios do Brasil estiveram envolvidos no motim, que foi atribuído a organizações criminosas dentro das próprias prisões.