Notícias » Entretenimento

Chico Buarque não cantará mais música com letra polêmica

‘Com açúcar, com afeto’ vem sendo alvo de críticas pelo movimento feminista

Redação Publicado em 27/01/2022, às 11h29

Chico Buarque em entrevista de 2012
Chico Buarque em entrevista de 2012 - Divulgação/Youtube/Toca Comunicação

A música “Com açúcar, com afeto” não será mais cantada por Chico Buarque em suas apresentações a partir de agora. A decisão foi tomada em decorrência de críticas do movimento feminista feitas ao longo dos anos à canção.

O artista anunciou a mudança sobre a música na série documental “O Canto Livre de Nara Leão”, dirigida por Renato Terra, que estreou recentemente no serviço de streaming do Globoplay.

“Com açúcar, com afeto”, lançada em 1967, foi originalmente composta por Buarque e cantada por Nara Leão, que encomendou a canção. Segundo o músico, ela pediu que a letra fosse exatamente da forma que foi escrita.

As críticas vem pelo teor misógino da letra, em que uma dona de casa vive uma rotina árdua, mas faz concessões para agradar um marido malandro que a sustenta. Nara Leão teria solicitado a Chico uma canção sobre uma “mulher sofredora”.

“Ela me pediu a música, ela me encomendou essa música, ela falou ‘Eu quero agora uma música de mulher sofredora’”, explicou o cantor na produção “O Canto Livre de Nara Leão”.

Ele continuou: “E deu exemplos de canções do Assis Valente, Ary Barroso, aqueles sambas da antiga, onde os maridos saíam para a gandaia e as mulheres ficavam em casa sofrendo, tipo 'Amélia', aquela coisa. Ela encomendou e eu fiz”.

“Eu gostei de fazer [a canção]. A gente não tinha esse problema [as críticas]. É justo que haja, as feministas têm razão, vou sempre dar razão às feministas, mas elas precisam compreender que naquela época não existia, não passava pela cabeça da gente que isso era uma opressão, que a mulher não precisa ser tratada assim”, explicou.

“Elas têm razão. Eu não vou cantar ‘Com açúcar e com afeto’ mais e, se a Nara estivesse aqui, ela não cantaria, certamente”, prometeu Chico.

Procurado pelo portal Metrópoles, o músico não comentou sobre o caso. Ele também não informou quando a decisão foi tomada e se outras músicas de seu repertório que apresentem teor machista não serão mais apresentadas.

Escute a música “Com açúcar, com afeto”: