Notícias » Coronavírus

China registra maior número de infecções por covid-19 em dois anos

A maioria dos novos casos foi registrada nas províncias de Jilin, na fronteira com a Coreia do Norte, e de Qingdao, no leste do país

Redação Publicado em 10/03/2022, às 12h06

Cidadãos chineses caminham pelas ruas de Pequim
Cidadãos chineses caminham pelas ruas de Pequim - Getty Images

A China registrou nesta quinta-feira, 10, o maior número de casos de Covid-19 desde março de 2020. Segundo autoridades, foram contabilizados 402 novos casos no total, quase o dobro do número de ontem.

Com uma política de tolerância zero contra o coronavírus, o governo chinês adotou um rígido controle da pandemia, com testagens em massa e confinamentos, o que explicaria a baixa incidência de testes positivos se comparado a outros países.

De acordo com informações da AFP, a grande maioria das infecções registradas hoje está concentrada na província de Jilin, na fronteira com a Coreia do Norte, e na cidade portuária de Qingdao, localizada na região leste.

A agência de notícias explicou que, apesar do aumento dos casos, as autoridades do país aparentemente estão dando início a uma nova estratégia, mais moderada. Jilin, por exemplo, não decretou confinamento, enquanto que, em Qingdao, somente moradores das áreas em que foram detectados novos casos estão sendo testados.

Em outubro do ano de 2020, a província de 10 milhões de habitantes submeteu todos os seus habitantes a testes de Covid-19 depois que um pequeno número de infecções foi registrado.