Notícias » China

China: Contágio com a cepa H10N3 de gripe aviária é registrada pela 1º vez no mundo

Paciente de 41 anos procurou um hospital em 28 de abril por apresentar quadro de febre. Órgão do país diz que “risco de propagação em grande escala é extremamente baixo”

Fabio Previdelli Publicado em 01/06/2021, às 10h13

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Nesta terça-feira, 01, a Comissão Nacional de Saúde da China (NHC) publicou um comunicado informando o primeiro caso confirmado de contágio humano do mundo com a cepa H10N3, de gripe aviária.  

Segundo informações da AFP, em 28 de abril, um homem de 41 anos foi até um hospital na cidade de Zhenjiang, no leste do país, poiso estava com apresentando um quadro de febre. Foi então que, cerca de um mês depois, ele foi diagnosticado com H10N3. 

Apesar da preocupação, segundo o NHC, “o risco de propagação em grande escala é extremamente baixo”, informaram em nota. As autoridades chinesas relatam que o homem está em condição considerada estável e que todas as pessoas que ele teve contato não registraram quaisquer “anormalidades”. 

O órgão classificou como pouco provável que o patógeno do H10N3 cause morte ou uma doença grave. A Comissão Nacional de Saúde chinesa informou que, até então, o mundo não havia registrado o contágio humano desta cepa da gripe aviária.  

No país, diversas cepas da gripe já foram detectadas em animais, mas casos de infecção em pessoas são considerados pouco comuns pela entidade. Como a AFP informa, a última grande epidemia da doença no país aconteceu entre o final de 2016 e 2017. Desde 2013, de acordo com a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, o H7N9 já contaminou 1.668 pessoas e causou a morte de 616.