Notícias » China

China proíbe que jogadores de futebol façam tatuagens

Os atletas já tatuados foram orientados pelo governo a cobrirem seus desenhos, com a justificativa de dar um ‘bom exemplo’

Penélope Coelho Publicado em 30/12/2021, às 13h00

Zagueiro Zhang Linpeng com os braços tatuados
Zagueiro Zhang Linpeng com os braços tatuados - Divulgação/Wikimedia Commons/Alexchen4836

O órgão de administrações de esportes na China determinou que jogadores de futebol que integram a seleção do país não poderão mais fazer tatuagens.

Além disso, aqueles atletas que já possuíam tatuagens, como é o caso do zagueiro Zhang Linpeng, foram aconselhados a removerem os desenhos de seus corpos.

Segundo revelado em reportagem da BBC nesta quinta-feira, 30, a contratação de novos jogadores com tatuagens também passa a ser estritamente proibida no país. Nesse sentido, o governo chinês justificou a proibição informando que o objetivo da medida é dar um "bom exemplo para a sociedade".

Desde o ano de 2018, as autoridades chinesas intensificaram a regulamentação para que cada vez menos imagens de pessoas tatuadas fossem transmitidas em telas. Por isso, se tornou comum que jogadores de futebol do país usem uniformes de mangas compridas, para cobrirem os desenhos dos braços.

Apesar dos esforços e da reprovação por parte do governo, contudo, as tatuagens estão se tornando cada vez mais populares entre os jovens na China, de acordo com a BBC.