Notícias » Pandemia

China: Xangai impõe lockdown e 25 milhões de pessoas devem ficar em casa

Em meio ao aumento de casos de covid-19, casais são proibidos de dormir na mesma cama e nem animais domésticos podem sair; entenda

Penélope Coelho Publicado em 11/04/2022, às 10h15

Xangai, em meio à pandemia
Xangai, em meio à pandemia - Getty Images

Após dois anos desde o início da pandemia de Covid-19, a China voltou a impor protocolos rígidos de distanciamento social.

De acordo com informações divulgadas na noite do último domingo, 10, pelo programa Fantástico, da Rede Globo, atualmente o município de Xangai está sob regras rigorosas de lockdown.

Segundo revelado na publicação, através de megafones, a população com cerca de 25 milhões de habitantes foi informada pelas autoridades sobre as restrições.

Para sair de casa, os moradores precisam apresentar uma autorização especial, que envolva motivo de saúde. De acordo com a reportagem, nem animais de estimação podem sair e a falta de comida é um problema que vem gerando preocupação.

"Obedeçam rigorosamente a todos os protocolos do governo municipal. Controlem seu desejo de liberdade. Não abram portas e janelas. Há risco de contaminação [...] A partir de hoje à noite, os casais devem dormir em camas separadas. E também comer em locais separados, sem contato físico. Esperamos que todos se esforcem para cumprir as determinações. Obrigada pela atenção”, diz o anúncio.

O lockdown em Xangai acontece em contrapartida ao atual momento do mundo, enquanto a maioria dos países flexibilizou os protocolos em meio à pandemia de Covid-19, em decorrência da queda de mortes e casos.