Notícias » China

Chineses trocam aparelhos por comida, em confinamento

Moradores da província de Xi'an reclamam da falta de suprimentos, em decorrência das rígidas regras em meio à pandemia

Penélope Coelho Publicado em 04/01/2022, às 11h11

Imagem mostra trocas na China
Imagem mostra trocas na China - Divulgação/Redes Sociais/Weibo

Em algumas províncias chinesas as rígidas regras de confinamento em meio à pandemia de Covid-19, estão fazendo a população tomar atitudes desesperadas.

Nas redes sociais estão circulando imagens de que pessoas em quarentena na cidade de Xi'an estão trocando aparelhos eletrônicos e outros aparatos, como cigarro, detergente e papel higiênico, por alimentos.

A medida acontece pela preocupação da escassez de suprimentos nessas regiões. De acordo com informações publicadas pela BBC, nesta terça-feira, 4, cerca de 1 milhão de pessoas estão confinadas na China desde o dia 23 de dezembro.

Segundo revelado na publicação, com casos positivos para o novo coronavírus, o governo aumenta a rigidez nas regras de confinamento, em decorrência especialmente das Olimpíadas de Inverno, que acontecerão no mês que vem em Pequim.

As autoridades de Xi'na informam que fornecem alimentos para as famílias de maneira gratuita, entretanto, nas redes sociais os moradores reclamam que os suprimentos estão chegando ao fim. Alguns afirmam que nem chegaram a receber a tal ajuda.