Notícias » Entretenimento

Chucky: Seriado revela que filho do boneco assassino é gênero fluido

Em conversa tocante, Chucky conta ao protagonista, Jake, a identidade de gênero de sua filha Glen/Glenda

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 20/10/2021, às 15h51

Cena do seriado 'Chucky' (2021)
Cena do seriado 'Chucky' (2021) - Divulgação / SyFy

Em 2004, a franquia do boneco assassino Chucky lançou um novo filme, chamado “O Filho de Chucky”, e introduziu ao mundo a personagem de Glen/Glenda. A criança do 'vilão' foi tema de uma conversa na série Chucky que estreou na plataforma Star+ nos Estados Unidos, no dia 12 de outubro.

A identidade de gênero da personagem não foi um grande foco durante o filme, sendo somente tratado como piada ou motivo de confusão por parte do público. No entanto, este novo seriado revelou que Glen/Glenda se identifica como gênero fluido.

Em uma conversa com o protagonista da série, Jake Wheeler, que é um personagem gay, o boneco assassino comenta que tem uma criança ‘queer’ (termo da língua inglesa que simboliza uma pessoa da comunidade LGBTQ+), especificando que Glen/Glenda identifica-se com a identidade gênero fluido. As informações são do site Rolling Stone.

A troca continua com um momento bastante tocante e até cômico entre os dois, com Jake perguntando se Chucky está bem com isso. O boneco responde sobre seus valores e defende Glen/Glenda: “Eu não sou um monstro, Jake”.

Don Mancini é o roteirista e diretor do seriado Chucky, e um dos únicos diretores do gênero terror que são abertamente LGBTQ+. Além disso, já disse que a inclusão de personagens ‘queer’ é de extrema importância para o criador da série.