Notícias » Biologia

Cidade australiana fica coberta com teia de aranha após enchente

O fenômeno é chamado de balonismo e ocorre quando as aranhas precisam sair do solo e construir uma rede de sobrevivência. Confira o vídeo!

Wallacy Ferrari, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 17/06/2021, às 08h00

Imagem registra rede de teias sobre área rural
Imagem registra rede de teias sobre área rural - Divulgação / Facebook / Carolyn Crossley

Se há moradores do condado de Gippsland, no estado de Victoria, na Austrália, que possuem aracnofobia, certamente devem estar desesperados; parte da região rural está coberta com camadas de teias de aranha imensas após episódios resentes de alagamentos, como informa a CNN Brasil.

O Serviço de Emergência emitiu alguns alertas no início do mês de junho orientando parte dos munícipes para evacuarem o local e buscarem um lugar seguro — naturalmente, as aranhas fizeram o mesmo, escalando até a superfície e, dada a quantidade de aranhas no local, formando uma grande rede para evitar serem inundados pela correnteza.

A CNN consultou Dieter Hochuli, professor e ecologista da Universidade de Sydney, que classificou o fenômeno como "surpreendentemente comum" e tem o nome de "balonismo": "Quando temos esses tipos de chuvas muito fortes e inundações, esses animais que passam suas vidas enigmaticamente no chão não podem mais viver lá e fazem exatamente o que tentamos fazer — eles se movem para um terreno mais alto".

As imagens das teias espalhadas pela cidade foram registradas e publicadas no perfil pessoal de Carolyn Crossley, uma vereadora local, no Facebook, que brincou com a reação das aranhas ao tentarem se salvar das fortes enchentes na região: “Podemos ver que a mãe natureza pode ser bela, mas também pode ser destrutiva”.

 

Confira abaixo o vídeo do fenômeno por Carolyn Crossley: