Notícias » Brasil

Cidade carioca será a primeira a liberar circulação sem máscaras

Conforme prefeito de Duque de Caxias, a decisão teria sido tomada com base no número de pessoas vacinadas

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 06/10/2021, às 16h12

Fotografia meramente ilustrativa de máscara
Fotografia meramente ilustrativa de máscara - Divulgação/ Pixabay/ Alexandra_Koch

A prefeitura da cidade de Duque de Caxias liberou um decreto na última terça-feira, 5, afirmando que o uso de máscaras em locais abertos ou fechados não é mais obrigatório. 

“Máscara a população quase já não usa. Ninguém vai viver de máscara o resto da vida. Quem quiser usar pode usar, mas o uso obrigatório já deu”, comentou o prefeito, Washington Reis, segundo divulgado pela CNN Brasil. 

Conforme o político, a desobrigação do uso do item de saúde, recomendado para conter a disseminação do coronavírus, se baseou na quantidade de moradores vacinados de Duque de Caxias, assim como o número de pacientes diagnosticados com covid-19 nos hospitais.

No município, que possui cerca de 900 mil habitantes, 70% da população já conseguiu tomar a primeira dose.

Contudo, a porcentagem desce para 46,8% quando se conta aqueles que foram inteiramente imunizados, que são os que tomaram imunizantes de dose única, ou tiveram tempo de receber as duas doses daqueles que precisam do reforço. 

"Quem tiver essa preocupação vai usar máscara, o que não dá é que [a gente] viva uma loucura, o povo cobrando, a máscara cai no chão, chega no lugar o povo não entra, uma confusão louca… A gente resolveu aqui pelo controle que a gente tem. Graças a Deus em Duque de Caxias a pandemia está sob controle”, concluiu Washington, ainda conforme a CNN Brasil. 

A cidade é a primeira do Brasil a permitir que as pessoas andem em locais públicos sem o item de proteção.