Notícias » Arqueologia

Cidade de reino perdido, que pode ter conquistado território do rei Midas, é identificada na Turquia

Uma enigmática rocha contendo hieróglifos encontrada em um rio da região ajudou os arqueólogos a realizar a fascinante descoberta

Isabela Barreiros Publicado em 25/02/2020, às 14h56

A rocha encontrada pelos arqueólogos
A rocha encontrada pelos arqueólogos - Instituto Oriental - Universidade de Chicago

Arqueólogos encontraram uma enigmática rocha contendo símbolos que datam do século 8 a..C., no sul da Turquia. A descoberta colaborou para que os pesquisadores conseguissem identificar um reino perdido que estava localizado na região na Idade do Bronze e Idade do Ferro, entre 1.400 e 600 a.C., e que pode ter conquistado a Frígia, reino governado pelo rei Midas.

Os hieróglifos foram apontados como do idioma luwiano. James Osborne, membro do projeto Arqueológico Regional de Konya (KRASP), responsável pela descoberta, disse que “imediatamente ficou claro que era antigo, e reconhecemos o script que estava escrito em luwiano, o idioma usado na região”. Eles são considerados “povos do mar”.

A tradução dos símbolos fazia referência ao evento em que Frígia foi derrotada. A inscrição dizia que “os deuses da tempestade entregaram os reis [adversários] a sua majestade" e também fazia referência ao fato da cidade ter sido erguida pelo rei Hartapu, da cidade denominada Türkmen-Karahöyük, capital do reino que ainda não teve o nome descoberto pelos arqueólogos.

"Este vestígio foi uma descoberta maravilhosa e de uma sorte incrível, mas é apenas o começo. Dentro deste monte haverá palácios, monumentos, casas”, concluiu Osborne.


+Saiba mais sobre o tema por meio de grande obras:

Arqueologia, de Pedro Paulo Funari (2003) - https://amzn.to/36N44tI

Uma breve história da arqueologia, de Brian Fagan (2019) - https://amzn.to/2GHGaWg

Descobrindo a arqueologia: o que os mortos podem nos contar sobre a vida?, de Alecsandra Fernandes (2014) - https://amzn.to/36QkWjD

Manual de Arqueologia Pré-histórica, de Nuno Ferreira Bicho (2011) - https://amzn.to/2S58oPL

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.