Notícias » Brasil

Cidade mineira vacina adolescentes antes de finalizar imunização de adultos

Contrariando a orientação do Ministério da Saúde, a cidade de Betim começou a vacinar adolescentes de 12 a 14 anos nesta quarta-feira, 16

Giovanna Gomes, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 16/06/2021, às 09h07

Profissional da saúde prepara uma seringa para vacinar paciente
Profissional da saúde prepara uma seringa para vacinar paciente - Getty Images

De acordo com informações do G1, a Prefeitura de Betim, cidade localizada na Região Metropolitana de Belo Horizonte, deu início à imunização de estudantes entre 12 e 14 anos contra a Covid-19 nesta quarta-feira, 16. No entanto, a medida contraria as recomendações do Ministério de Saúde, que prevê que a vacina seja aplicada conforme os grupos prioritários.

Procurado pelo veículo de comunicação, o Ministério declarou que a vacinação de adolescentes acima de 12 anos ainda está "em discussão". Além disso, prosseguiu, "a prioridade é vacinar todos os grupos prioritários estipulados pelo Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19 e imunizar toda a população acima de 18 anos," o que não ocorreu na região.

A vacinação de menores em Betim foi anunciada após a chegada de 6.047 mil doses de vacinas da Pfizer, que recebeu autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser usada em adolescentes a partir de 12 anos.

Entretanto, em coletiva de imprensa realizada na última terça-feira, 15, o secretário de Saúde, Fábio Baccheretti, disse que a imunização dessa faixa etária ainda não foi liberada pelo Ministério da Saúde.

"Não há previsão de imunização deste grupo em todo estado", disse ele. "Betim tomou uma decisão de forma isolada, não podemos prever vacinação de criança e adolescente antes de o Ministério da Saúde decidir", finalizou Baccheretti.