Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Brasil

Cidades do Nordeste brasileiro registram tremores de terra

Apesar da baixa intensidade dos abalos sísmicos, especialista faz um alerta

Penélope Coelho Publicado em 21/02/2022, às 07h30 - Atualizado às 08h18

Imagem meramente ilustrativa de abalo de terra - Divulgação/Pixabay/Angelo_Giordano
Imagem meramente ilustrativa de abalo de terra - Divulgação/Pixabay/Angelo_Giordano

No último sábado, 19, o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis-UFRN), registrou tremores de terra em ao menos duas cidades do Nordeste brasileiro.

Segundo o LabSis-UFRN, os abalos sísmicos foram de intensidade baixa e não causaram maiores estragos. As informações são da Agência Brasil.

De acordo com o laboratório, o primeiro abalo foi registrado em Curaçá, município localizado ao norte da Bahia. O tremor em questão atingiu uma magnitude preliminar de 2.1 na escala Richter.

Já o segundo ocorreu durante a noite em uma região de Canindé, no Ceará. Segundo revelado na reportagem, na ocasião, os moradores sentiram os tremores, que neste caso atingiram 2,4 de magnitude.

O geofísico Eduardo Menezes, do LabSis-UFRN, disse à Agência Brasil que tremores leves como os citados acima são comuns até mesmo no Brasil, no entanto, alerta para o problema da repetição desses eventos:

"Tremores desta ordem de grandeza ocorrem com uma certa frequência no país, principalmente na região Nordeste, dada as características locais", afirmou. 

"O grande problema é a repetição em um curto período de tempo, a exemplo do que temos observado em Canindé, onde, só este mês, já registramos seis eventos semelhantes, percebidos pela população”, acrescentou.