Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Ciência

Cientista consegue captar sons de auroras boreais invisíveis

Gravação foi captada na Finlândia e sons inéditos são postados, ouça!

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob superisão de Publicado em 18/05/2022, às 13h39

Registro de Aurora Boreal - Getty Images
Registro de Aurora Boreal - Getty Images

Mesmo quando não havia luz visível durante a aurora boreal que ocorreu na Finlândia, o cientista Unto Laine registrou o som incrível do fenômeno. A experiência foi relatada em um estudo publicado no site “SearchGate” em 11 de maio.

Ao capturar os sons, o professor da "Universidade de Aalto" revelou que esses ruídos são muito mais comuns do que se pensava — ocorrendo mesmo quando não há espetáculos visuais no céu. 

Isso cancela o argumento de que os sons das auroras são extremamente raros e que a aurora boreal deve ser excepcionalmente brilhante e viva", falou Laine, em comunicado.

As gravações foram feitas à noite perto da vila de Fiskars, parte da cidade finlandesa de Latherborg. Lane capturou centenas de sons e os comparou com medições de atividade geomagnética do Instituto Meteorológico Finlandês (FMI). As 60 principais faixas estão todas relacionadas a mudanças no campo magnético da Terra.

Laine destaca que as auroras emitem sons mesmo quando sua bela luz não atinge nossos olhos.

 “Essa foi a maior surpresa! Os sons são muito mais comuns do que se pensava, mas quando as pessoas os ouvem sem aurora visível, pensam que é apenas gelo quebrando ou talvez um cachorro, ou algum outro animal”, ainda constata o pesquisador.

Em 2016, pesquisadores publicaram um artigo ligando gravações de sons crepitantes durante auroras a temperaturas medidas pelo FMI, demonstrando que o fenômeno também pode ser causado por descargas elétricas em uma camada de inversão a cerca de 70 metros acima do solo.

Ouça os sons capturados na nova pesquisa em Fiskars abaixo: