Notícias » Coronavírus

Cientista da OMS afirma que ômicron é ‘muito transmissível’

Em coletiva, a especialista falou sobre a nova variante da Covid-19

Penélope Coelho Publicado em 03/12/2021, às 12h03

Imagem meramente ilustrativa de vírus e vacina
Imagem meramente ilustrativa de vírus e vacina - Divulgação/Pixabay/geralt

Nesta sexta-feira, 3, a cientista-chefe da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, se pronunciou a respeito da nova variante da Covid-19, ômicron, detectada inicialmente na África do Sul.

Segundo Swaminathan, a nova cepa do vírus é “muito transmissível”. Entretanto, afirmou que a população ao redor do globo não deve “entrar em pânico”, já que o mundo está bem preparado atualmente, com o desenvolvimento das vacinas.

"Até que ponto devemos ficar preocupados? Precisamos estar preparados e cautelosos, não entrar em pânico, porque estamos em uma situação diferente de um ano atrás", pontuou.

De acordo com informações publicadas pelo portal de notícias g1, em conversa com jornalistas organizada pela agência de notícias Reuters, a cientista afirmou que ainda é cedo para confirmar se os imunizantes atuais precisarão ser alterados, em decorrência da ômicron.

Além disso, um porta-voz da OMS afirmou nesta sexta-feira, em conferência em Genebra, que não há nenhum registro de mortes causadas pela nova variante ao redor do mundo.