Notícias » Astronomia

Cientistas alemães capturam as imagens mais detalhadas da superfície do Sol já registradas até hoje

A partir dos resultados dos pesquisadores, podemos observar como a estrela é de perto; confira a imagem!

Caio Tortamano Publicado em 08/09/2020, às 14h22

Imagem do Sol
Imagem do Sol - Wikimedia Commons

Localizado no observatório de Teide, na Espanha, o maior telescópio solar de toda a Europa capturou novas imagens impressionantes de como é o Sol de perto. O aparelho chamado Gregor foi utilizado por uma equipe de cientistas da Alemanha para registrar o que são consideradas as mais precisas imagens já capturadas do Sol até agora.

Pesquisadores do Instituto Leibniz de Física Solar, da Universidade de Freiburg, conseguirão, por meio dessas novas imagens, estudar e analisar características da estrela, como o campo magnético, erupções solares, manchas solares e muito mais, tudo com uma riqueza de detalhes que ainda não tinha sido atingida.

De acordo com o Daily Mail, a doutora Lucia Kleint, responsável por comandar a captura das imagens, afirma: “'Este foi um projeto muito emocionante, mas também extremamente desafiador. Em apenas um ano, redesenhamos completamente a óptica, a mecânica e a eletrônica para obter a melhor qualidade de imagem possível.”.

Imagem em alta definição do Sol / Crédito: Divulgação/Instituto Leibniz de Física Solar

 

A reprodução da superfície do Sol em questão mostra a evolução de uma mancha solar, que fica temporariamente mais escura devido à brusca mudança de temperatura no trecho, causando essas partes pretas. Os conhecimentos quanto a ação da estrela em satélites e tecnologias em geral poderão tornar esses equipamentos muito mais resistentes a mesma.