Notícias » Paleontologia

Cientistas descobrem pegadas de dinossauro em teto de caverna na França

Com mais de um metro de comprimento cada, essas marcações do Período Cretáceo surpreenderam os paleontólogos

Redação Publicado em 13/04/2020, às 08h46

Caverna francesa
Caverna francesa - Divulgação

No sul da França, pegadas de um grande dinossauro foram encontradas no teto de uma caverna pré-histórica. Possivelmente, trata-se de marcas de um titanossauro. Divulgadas recentemente, a descoberta ocorreu no sítio revelado em 2015 por pesquisadores da Universidade de Borgonha, França, e anunciada pelo site IFLScience.

As marcas da Caverna de Caltelbouc são datadas de 166 a 168 milhões de anos, possuindo cerca de 1,25 metros cada, em bom estado de conservação. Não há certeza em relação à espécie, mas muitos sugerem se tratar do saurópode gigantesco. A superfície, que era chão no cretáceo, passou por processos geológicos que o suspenderam na estrutura de pedra atual, levando as pegadas do dinossauro de pescoço longo ao teto.

Reconstituição do titanossauro / Crédito: Wikimedia Commons

 

 “Esta descoberta demonstra o grande potencial de prospecção de cavernas cársticas profundas que, ocasionalmente, podem oferecer superfícies maiores e melhor preservadas do que os afloramentos ao ar livre”, afirma o artigo original de divulgação da descoberta no Journal of Vertebrate Paleontology.