Notícias » Pré-História

Pés curvos teriam ajudado os hominídeos a andar de pé, sugerem cientistas

A recente pesquisa pode ajudar nos desenvolvimentos de novas próteses e no tratamento de pés chatos

Daniela Bazi Publicado em 05/03/2020, às 08h00

Imagem ilustrativa de um pé
Imagem ilustrativa de um pé - Getty Images

Pesquisadores liderados pelo engenheiro mecânico Madhusudhan Venkadesan, da Universidade de Yale, afirmaram que o arco presente no pé humano, entre o calcanhar e os dedos, teria ajudado os hominídeos a se erguerem e a andar durante sua evolução.

A curva chamada de arco transversal do tarso teria evoluído há 3,4 milhões de anos, enrijecendo o pé e os deixando mais firmes, tornando possível que os hominídeos andassem e corressem de pé, diferente dos outros primatas da época.

Ilustração do arco transversal do tarso / Crédito: Madhusudhan Venkadesan

 

Essa descoberta pode acabar ajudando médicos e especialistas dos dias atuais a desenvolverem próteses melhores, além de influenciar nos tratamentos de pessoas com pés chatos.