Notícias » Paleontologia

Cientistas encontram crânio de dinossauro carnívoro, na Patagônia

O animal de 5 metros foi batizado como ‘aquele que causa medo’. Confira!

Redação Publicado em 01/04/2021, às 11h54

Imagem da reconstituição do crânio de um Llukalkan aliocranianus
Imagem da reconstituição do crânio de um Llukalkan aliocranianus - Divulgação/Journal of Vertebrate Paleontoly

De acordo com uma recente pesquisa divulgada pela revista científica Journal of Vertebrate Paleontology, durante explorações realizadas na Patagônia, Argentina, cientistas se depararam com uma descoberta impressionante: fósseis do crânio de um enorme dinossauro carnívoro. As informações foram publicadas nesta quinta-feira, 1, pela BBC.

Segundo revelado na publicação, o animal tinha aproximadamente 5 metros e chegava a pesar até cinco toneladas. Estima-se que dinossauro tenha habitado aquela região da América do Sul a cerca de 85 milhões de anos, durante o período Cretáceo.

Provável pré-maxila do Llukalkan aliocranianus /  Crédito: Divulgação/Journal of Vertebrate Paleontology

 

Chamado cientificamente de Llukalkan aliocranianus, o animal foi batizado na língua nativa mapuche, a tradução de seu nome significa “aquele que causa medo”. Isso acontece graças à estrutura do dinossauro. Especialistas acreditam que ele tenha sido um predador amedrontador, que possuía uma mordida forte, além de um grande crânio.

Após inúmeras pesquisas, cientistas concluíram que o Llukalkan aliocranianus tinha algumas semelhanças com o temido T. Rex, já que ambos possuíam braços muito curtos. Além disso, os especialistas acreditam que o dinossauro encontrado na Patagônia possuía uma excelente audição, isso o tornava um caçador ainda melhor.

Confira a pesquisa completa neste link.