Notícias » Idade Média

Cientistas reconstituem rosto de escocês da Idade Média

Sofrendo com diversos problemas dentários, esse indivíduo foi encontrado em sepultamento de Aberdeen. Confira a imagem do crânio original

André Nogueira Publicado em 23/10/2019, às 08h30

None
Divulgação

Através de reconstituição gráfica, cientistas revelaram o rosto de um escocês medieval a partir de um crânio de 600 anos caracterizado por seus “dentes terríveis”. A ossada foi encontrada em 2015, junto a outros 60 esqueletos, durante uma reforma na Galeria de Arte de Aberdeen.

Crédito: PA

 

O homem retratado em questão teve seus restos mortais identificados como (SK) 125 pelos especialistas da AOC Archeology Group. O grupo ainda relatou que o indivíduo teria cerca de 46 anos quando morreu, medindo entre 1,50 m e 1,60 m, e que sofria de severos problemas dentários.

Crédito: PA

 

"O SK 125 nos proporcionou um vislumbre fascinante de uma das pessoas enterradas no local da Galeria de Arte de Aberdeen há mais de 600 anos", afirmou a arqueóloga Paula Milburn.

"O trabalho pós-escavação em andamento está examinando os restos em detalhes. [Esses esforços] nos fornecerão informações surpreendentes sobre o tipo de pessoas enterradas aqui, incluindo idade, gênero, saúde e estilo de vida”.