Notícias » Civilizações

Arqueólogos descobrem cinco complexos arquitetônicos maias no México

Nunca antes vistas pelo homem moderno, estas estruturas de pedra foram reveladas por cientistas mexicanos em Chichén Itzá

André Nogueira Publicado em 16/12/2019, às 08h30 - Atualizado às 08h39

Salão escondido por 1.000 anos é revelado
Salão escondido por 1.000 anos é revelado - Instituto Nacional de Antropologia e História do México

Cinco complexos arquitetônicos da civilização maia foram revelados juntos a uma série de objetos na zona de Chichén Itzá, no México. Nunca localizadas desde seu abandono, as estruturas estão sendo mapeadas pela primeira vez por especialistas do Instituto Nacional de Antropologia e História (INAH).

Segundo o arqueólogo Francisco Pérez, "quatro conjuntos parecem ser habitacionais, enquanto um, dado que tem uma pequena pirâmide de cerca de cinco metros de altura e um quarto duplo no topo e uma escadaria associada, indica que poderia ter tido um uso ritual".

Crédito: Instituto Nacional de Antropologia e História

 

Além das estruturas arquitetônicas, foram descobertos objetos que revelam mais sobre o funcionamento dessa sociedade, como uma mesa de pedra de 1.000 anos repleta de imagens de guerreiros esculpidas, ou uma patena em disco com 30 centímetros de diâmetro, usada para ofertas religiosas entre 850 e 1.200 a.C.

"Esses discos eram objetos importantes para a elite maia. Em Chichén Itzá foram encontrados três que estão guardados no Museu Nacional de Antropologia e este é o quarto", afirmou Marcos Antonio Santos, diretor da zona arqueológica, ao canal Sputnik.