Notícias » Entretenimento

Cineasta James Gunn revela que recebe ameaças por matar personagens em seus filmes

Em seu Twitter, o diretor de ‘Esquadrão Suicida 2’ falou sobre as mensagens insólitas que recebe. Confira!

Penélope Coelho Publicado em 22/05/2021, às 08h51

James Gunn, em 2014
James Gunn, em 2014 - Getty Images

Recentemente, o diretor e cineasta, James Gunn, usou sua rede social para fazer um desabafo. Na ocasião, o nome por trás de filmes como Guardiões da Galáxia (2014) e Esquadrão Suicida 2 (que deve estrear ainda este ano), revelou que recebe ameaças por matar alguns personagens de seus filmes. As informações são do portal Rolling Stone.

"Hoje de manhã no Instagram: ‘Esta é uma ameaça. Se você matar (nome do personagem) irei cometer um crime de ódio’. Todo. Santo. Dia," escreveu o diretor em seu Twitter.

Após o desabafo, James afirmou: "Muitos artistas ficam atolados nos comentários negativos e ficam insensíveis aos positivos. Tento não me prender a nenhum dos dois e manter o foco no que amo fazer".

Sabe-se que anteriormente, o cineasta já havia comentado sobre as ameaças durante uma entrevista ao Den Of Geek, na ocasião, Gunn falou sobre como a atitude dos fãs pode interferir em seu trabalho. O cineasta revelou como consegue contornar a situação:

"Primeiramente, precisei ignorar o potencial efeito negativo de assassinar um personagem. Isso realmente teve a ver com a estrutura da história, especialmente quando entramos na parte principal do filme com os personagens principais”, afirmou.

"A decisão de escolher quem iria morrer devia acontecer naturalmente. Contei-lhes a história e a escrevi de uma forma muito orgânica. Ser capaz de contar a história de um personagem morrendo, precisava ser conquistada e funcionar”, finalizou James.