Notícias » Brasil

Ciro Gomes alfineta Haddad: 'Deu a presidência do Brasil ao Bolsonaro'

O ex-governador do Ceará utilizou seu perfil no Twitter para criticar o petista

Redação Publicado em 25/08/2021, às 09h30

Ciro Gomes em 2015
Ciro Gomes em 2015 - Wikimedia Commons/CartaCapital

O pedetista Ciro Gomes utilizou seu perfil no Twitter para responder comentários do ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad(PT), realizados durante entrevista à revista Fórum, concedida na segunda-feira, 23.

Depois que o petista afirmou que faltava a Ciro "vergonha e juízo", o ex-governador do Ceará chamou o paulista de "bajulador eterno" do ex-presidente Lulae o culpou pelo fato de Jair Bolsonaro ter sido eleito presidente.

"Aos puxa-sacos eu entendo, só não os respeito. Tudo que Haddad tem na vida política deve a Lula. Já eu, a ele não devo nada. Por isso sou livre para criticá-lo. Haddad, não! Tem que ser seu bajulador eterno, sempre da turma do amém", escreveu Ciro em sua publicação.

"Haddad aceitou ser poste [de Lula]. Eu jamais aceitaria. Sua subserviência, incompetência e falta de amor ao país, deu a presidência do Brasil ao Bolsonaro."

O político do PDT também acusou Haddad e Lula de evitarem debater os reais problemas do Brasil e de não terem nenhum projeto para o país, "apenas paixão doentia pelo poder". Para obtê-lo, prossegue o ex-governador, "são capazes de vender a própria honra e a honra do país".

"Haddad e Lula seguem abraçando bandidos conhecidos e atacando quem os enfrenta de cabeça erguida. Está aí minha missão: livrar o Brasil de Bolsonaro e do lulopetismo corrompido. Seguirei lutando pelo Brasil", finalizou Ciro.