Notícias » Brasil

Clássico Branca de Neve será recontado por novo projeto

O ator e escritor Vinicius Campos idealizou a nova versão e já está contando com o apoio de importantes artistas brasileiros

Isabela Barreiros, sob supervisão de Alana Sousa Publicado em 22/06/2021, às 16h30

Ilustração da campanha #DiversidadeComeçaNaInfância
Ilustração da campanha #DiversidadeComeçaNaInfância - Divulgação/Youtube/Vinicius Campos Oficial

A campanha #DiversidadeComeçaNaInfância foi idealizada pelo ator e escritor Vinicius Campos, que quer atualizar a história clássica da Branca de Neve, já contada pela Disney em 1937 e relembrada até os dias de hoje. As informações são do portal Publish News.

O projeto será desenvolvido através de um financiamento coletivo, que está aberto no Catarse, e tem como objetivo produzir um audiolivro que contará uma nova versão da icônica, porém antiquada, história de contos de fadas.

A ideia, segundo Campos, é criar uma Branca de Neve independente, que não precisa de um final feliz com o príncipe encantado. Para o autor, contar histórias mais igualitárias para crianças é essencial para a formação de uma sociedade com tais valores.

O audiolivro também terá distribuição gratuita. Na apresentação da campanha, Vinicius explica: “Queremos levar nosso audiolivro a crianças que não têm acesso à literatura, seja por morar em cidades sem livrarias ou bibliotecas, ou mesmo famílias sem poder aquisitivo”.

Além da campanha de financiamento coletivo, o projeto também contou com o apoio de celebridades brasileiras, tanto ilustradores quanto atores. O time de ilustradores Bruno Okada, Camila Poszar, Letícia Teodoro, Marília Mafé e Vic Matos desenhou personagens a partir de seus estilos próprios.

Alinne Moraes, Tiago Abravanel, Daphne Bozaski, Robson Nunes e Natália Rodrigues serão responsáveis por dar voz aos personagens da trama. Além disso, a chef Paola Carosella realizará lives exclusivas e autografará ilustrações de uma “receita exclusiva do castelo” (inclusive criada por ela) como recompensa para quem apoiar a campanha no Catarse.

A campanha no Catarse pode ser apoiada por meio deste link.