Notícias » Mundo

Clássico chapéu de Napoleão Bonaparte será leiloado em setembro

Avaliado entre 400 mil e 600 mil euros, o acessório pode ter sido usado pelo imperador durante a batalha de Friedland, em 1807

Pamela Malva Publicado em 16/07/2021, às 08h00

Fotografia de chapéu do antigo imperador francês
Fotografia de chapéu do antigo imperador francês - Divulgação/ Sotheby's

Em maio deste ano, a morte de Napoleão Bonapartecompletou impressionantes 200 anos. Em homenagem à data, a famosa Sotheby's irá colocar um dos característicos chapéus de feltro do imperador francês em leilão, segundo a própria casa de leilões.

O anúncio foi feito na última quinta-feira, 15, através das redes sociais e do site oficial da Sotheby's. Estima-se que, no dia do leilão, o chapéu será arrematado por algum lance entre 400 mil e 600 mil euros (cerca de 2,4 a 3,6 milhões de reais).

De acordo com a casa de leilões, o valor é justificado pela possibilidade do chapéu ter sido usado por Napoleão durante sua vitória contra a Rússia na batalha de Friedland, em meados de 1807. O acessório também teria sido usado pelo imperador durante a assinatura do tratado de paz de Tilsit, no auge das conquistas napoleônicas.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Sotheby's (@sothebys)

 

Segundo a Veja, este é apenas um dos 19 chapéus bicornes identificados como sendo de propriedade de Napoleão Bonaparte. Comprado pelo aristocrata escocês Sir Michael Shaw-Stewart em 1814, ele foi mantido na propriedade da família do político na Escócia e acabou sendo passado de geração em geração.

Agora, o inestimável artefato será leiloado entre os dias 15 e 22 de setembro. No mesmo dia, uma centena de outros objetos relacionados ao imperador francês também serão colocados à venda. Entre obras de arte, pratarias e joias, uma máscara mortuária baseada na original, avaliada entre 400 mil e 600 mil euros, também será vendida.