Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Daniella Perez

Claudia Raia sobre Guilherme de Pádua após assassinato de Daniella Perez: ‘Tinha arranhão de unha’

Atriz contou ter “pressentido” a morte de Daniella e como percebeu pista em Guilherme depois do crime

Redação Publicado em 21/07/2022, às 14h34

Claudia Raia em “Pacto Brutal” e a atriz Daniella Perez - Divulgação/ HBO MAX
Claudia Raia em “Pacto Brutal” e a atriz Daniella Perez - Divulgação/ HBO MAX

Claudia Raia relembrou momentos antes do assassinato de Daniella Perez, em dezembro de 1992, quando deu falta da atriz para ensaiar a peça em que seria protagonista; e depois do crime, ao encontrar Guilherme de Pádua na delegacia.

No seu relato para a série documental “Pacto Brutal”, a atriz contou como “pressentiu” a morte da jovem. Ela estranhou quando Daniella não apareceu para o ensaio naquele mesmo dia.

Pra um bailarino faltar a um ensaio, ele tá morto. Tanto que todo mundo falava: 'Cadê ela?'. Se ela não chegou, alguma coisa aconteceu”, relatou.

Depois do crime, quando foi confirmada a morte da atriz, Claudia foi até a delegacia para encontrar o amigo, Raul Gazolla, marido de Daniella na época, e prestar solidariedade a ele no momento difícil.

Lá, Raia acabou se deparando com Guilherme de Pádua, que fazia o par amoroso da vítima na novela da época, e reparou em um detalhe no braço do ator, que poderia funcionar como uma pista para decifrar o autor do crime.

Ele ficou ali um tempo, chorando, dizendo: 'Meu Deus, que loucura isso'. Parecia bastante emocionado, muito indignado com tudo. [Dizia] 'Como fizeram isso com essa garota, essa menina é um anjo'. Me abraçou também, nem me conhecia”, disse.

“E eu não sei por que olhei o braço do Guilherme. Tinha, na parte do antebraço, arranhão de unha de mulher. Me chamou a atenção aquilo. Guardei pra mim. Era recente. Estava meio em carne viva, meio sangrandinho”, destacou.

O assassinato de Daniella Perez

Um dos crimes mais brutais conhecidos no Brasil aconteceu em 28 de dezembro de 1992: o assassinato da atriz e dançarina Daniella Perez, filha da autora de telenovelas Glória Perez

Na ocasião, Daniella, que tinha 22 anos, foi morta por seu companheiro de novela, Guilherme de Pádua. O ator contou com a ajuda de sua esposa, Paula Nogueira Thomaz, para por fim à vida da parceira de cena, protagonizando um dos crimes que escandalizou o país e abalou a TV brasileira.

+Leia a história completa sobre o assassinato de Daniella Perez aqui!


++O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!