Notícias » Império Persa

Coleção rara de poesia persa do século 14 — avaliada em 120 mil libras — é encontrada e será leiloada

O comprador levou a obra a um avaliador que, ao reconhecer a importância do livro, o orientou a devolver as autoridades

Nicoli Raveli Publicado em 12/03/2020, às 08h00

O livro também conta com ilustrações douradas
O livro também conta com ilustrações douradas - Divulgação/Sotheby's

Hafez, conhecido por ser um poeta persa do século 14, fez uma coleção de versos místicos e filosóficos intitulado Divan, que é uma das literaturas mais famosas do Irã. Atualmente, seu túmulo pode ser visitado por fãs que querem o homenagear.

Em abril de 2020, acontecerá um leilão em Londres de um dos trabalhos manuscritos do poeta. Datado de 1462, foi uma das primeiras cópias conhecidas da coleção do Divan. O texto foi dedicado a Pir Budag, um dos maiores apoiadores da arte asiática dos livros do século 15.

Além da poesia, o manuscrito contém desenhos e ilustrações elaborados na cor dourado. Essa relíquia pertencia, anteriormente, a Jafar Ghazi, que é colecionador de artes islâmicas de Munique. Após sua morte em 2007, sua família percebeu que diversas obras haviam sumido, incluindo o Divan.

O manuscrito foi achado em 2018 por um homem conhecido como "Indiana Jones do mundo da arte", que fez contato com historiador e investigador de arte Arthur Brand, informando que tinha algo que poderia ser relevante para a história da arte e o convidando para verificar o artefato em Munique.

A investigação do historiador o levou a Londres, onde o colecionador o informou que havia comprado o manuscrito. O proprietário ficou chocado ao saber que tinha em suas mãos um livro roubado. Inicialmente, o comprador pretendia recuperar o dinheiro que pagou pelo manuscrito, mas Brand o fez entregar para as autoridades alemãs. Os herdeiros de Hafez decidiram vender a obra e acredita-se que o manuscrito alcançará de 80 mil a 120 mil libras, o equivalente a até 155 mil dólares.