Notícias » Brasil

Colegas de trabalho e admiradores se despedem de Contardo Calligaris nas redes sociais

A morte de Calligaris foi confirmada pelo filho através das redes sociais nesta terça-feira, 30

Redação Publicado em 30/03/2021, às 19h33 - Atualizado às 19h37

Contardo Calligaris em 2008
Contardo Calligaris em 2008 - Rodrigo Cancela, via Wikimedia Commons

Na tarde desta terça-feira, 30, o Brasil se despediu do autor e psicanalista Contardo Calligaris. Conforme repercutido pelo G1, ele lutava contra o câncer e estava internado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

A notícia da morte foi divulgada através de seu filho, Maximmillien Calligaris, no perfil oficial do Instagram. "'Espero estar à altura'. Diante da proximidade da morte, essa foi a frase do meu pai. Ele se foi agora”, explicou o filho do escritor na rede social.

Colegas de trabalho e admiradores do psicanalista se despediram através das redes sociais. 

Um deles é Otávio Martins. O ator e diretor se despediu do colega, que trabalhou ao lado na série Psi, lançada pela companhia HBO em 2014. "Psicanalista e escritor, Contardo era o autor de 'Psi', série da HBO que eu tive a honra de fazer, na primeira temporada, ao lado dos amigos Emilio de Mello e Claudia Ohana", disse Otávio.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Otávio Martins (@ootaviomartins)

 

Outra pessoa que prestou homenagem ao ilustre escritor foi Vera Magalhães, que é jornalista e que atualmente lidera o programa Roda Viva, do canal TV Cultura. "Coragem, desassombro e sabedoria numa frase final. Essas qualidades do Contardo Calligaris sempre permearam seus escritos, dos quais eu era leitora voraz e grata", explicou a jornalista.

Michel Schlesinger, que atual representa a Confederação Israelista do Brasil, se despediu do escritor através da Folha de São Paulo, repercutido pelo Yahoo Notícias. Ele descreveu Calligaris como um 'poço de conhecimento'. "Contardo era um poço de conhecimento, um humanista convicto e profundamente generoso. Tive a oportunidade de entrevistá-lo diversas vezes para o programa Dilemas Éticos da CIP. Deixa muitas saudades", disse Schlesinger. 

Outra despedida foi feita pela diretora Petra Costa, responsável pela obra cinematográfica Democracia e Vertigem, através de sua conta oficial na plataforma Twitter, ao citar um trecho do escritor. 

Já o político Eduardo Suplicy descreveu o psicanalista como uma pessoa de extrema sensibilidade. "Expresso meus sentimentos à família, à esposa Mônica Torres, ao filho Max, aos amigos e admiradores de Contardo Calligaris que infelizmente faleceu hoje, de câncer, aos 72 anos", disse Eduardo. "Um notável psicanalista, com extrema sensibilidade, nos brindava com seus artigos brilhantes na Folha".