Notícias » Colômbia

Colômbia: Após alteração na lei, mulher de 51 anos sem quadro terminal receberá eutanásia: ‘luto para descansar'

Martha Sepúlveda sofre com esclerose lateral amiotrófica, ELA

Penélope Coelho Publicado em 09/10/2021, às 07h11

Martha Sepúlveda em entrevista
Martha Sepúlveda em entrevista - Divulgação/TV Caracol

No próximo domingo, 10, a colombiana Martha Sepúlveda, de 51 anos de idade, será a primeira mulher a receber a eutanásia no país sem apresentar um quadro terminal.

Martha sofre de esclerose lateral amiotrófica, popularmente chamada de ‘ELA’. A doença em questão é degenerativa e afeta o sistema nervoso, causando progressivamente uma paralisia irreversível. Até o momento, a ELA não tem cura. O tratamento é realizado com fisioterapia e medicamentos.

De acordo com informações publicadas pelo portal CNN, na última quarta-feira, 6, através de uma mudança na lei aprovada em julho na Colômbia, Sepúlveda recebeu autorização para realizar o procedimento de morte assistida.

Agora, o país permite a eutanásia para pacientes com quadros não terminais em casos em que a pessoa apresente “sofrimento físico ou mental intenso, tenha lesão corporal grave ou doença incurável”.  

Em entrevista para a emissora colombiana Caracol, Martha revelou que está “mais tranquila” por poder realizar o procedimento e que agora quer descansar para parar de sofrer com as dores intensas.

“As pessoas me dizem: ‘por que não luta mais?’, e eu respondo ‘estou literalmente sem forças, luto para descansar'”, finalizou.