Notícias » Brasil

27 anos depois: Pai encontra assassino da filha foragido em BH

O crime, que aconteceu em 1994, criou um impasse na Justiça brasileira recentemente; entenda

Penélope Coelho Publicado em 01/12/2021, às 11h21

Nancy Mariana e Jaime Saade Cormane
Nancy Mariana e Jaime Saade Cormane - Divulgação/Redes sociais/Arquivo Pessoal

Na última terça-feira, 30, foi revelado que após 27 anos de busca pelo assassino de sua filha, o colombiano Martín Mestre, de 79 anos, descobriu o paradeiro do criminoso, que fugiu para o Brasil.

Jaime Saade Cormane foi condenado por matar a então namorada Nancy Mariana, na época com 18 anos de idade, em Barranquilla, na Colômbia, no ano de 1994. O homem foi condenado a 26 anos de prisão, mas, nunca cumpriu pena por estar foragido.

Com identidade falsa, agora sendo chamado de Henrique dos Santos Abdala, o criminoso fugiu para Belo Horizonte. Agora, quase três décadas após o crime, o caso criou um impasse na suprema corte do Brasil. As informações são do UOL.  

Graças aos esforços de Martín, que nunca desistiu de encontrar o assassino da filha, Jaime foi preso no ano passado. Entretanto, para continuar detido é necessário que ele seja extraditado para a Colômbia. No primeiro julgamento do caso, o STF decidiu mantê-lo no Brasil, já que em território brasileiro, crimes prescrevem em até 20 anos.

Indignado com a decisão, o colombiano afirmou que não irá desistir:

“A sensação que tive é que julgaram o destino do assassino da minha filha como se fosse um jogo de futebol. Chorei muito, chorei muito por esse caso, mas não me canso, nunca vou desistir. Vamos trazê-lo para a Colômbia e ele vai começar a pagar”, disse Mestre.