Notícias » Brasil

Com a dramática falta de oxigênio, Amazonas solicita transferência de 60 bebês prematuros

A triste solicitação foi feita nesta sexta-feira, 15

Redação Publicado em 15/01/2021, às 15h00

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem de esudroff por Pixabay

A falta de oxigênio em Manaus ganhou novos contornos dramáticos nesta sexta-feira, 15. Conforme relatado pela CNN Brasil, o Amazonas informou que aproximadamente 60 bebês prematuros teriam que ser transferidos.

De acordo com o veículo, o Amazonas pediu que outros estados recebessem os pequenos, atualmente internados, que correm sérios riscos de ficar sem oxigênio – resultando na morte. Era necessário checar se outros estados ainda contavam com leitos de internação neonatal.

Ao saber da notícia, João Dória (do PSDB), disse receber os pequenos e não deixou de criticar o presidente Jair Bolsonaro.

Além disso, Carlos Lula, que atualmente trabalha como presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde e também secretário de saúde do Maranhão, além de confirmar a informação ao veículo, também informou que o estado consegue abrigar entre cinco e dez bebês.