Notícias » Coronavírus

Com fechamento de restaurantes, ratos nos EUA começam a praticar violências e canibalismo

A quarentena, como forma de conter a pandemia, vem restringido a fonte de alimento desses animais, que se vêem desesperados e apresentando comportamento incomum

André Nogueira Publicado em 27/05/2020, às 07h00 - Atualizado às 08h25

Rato
Rato - Wikimedia Commons

Um novo anúncio do Centro de Controle de Doenças dos EUA surpreendeu a sociedade após alertarem que novos ratos com “comportamento incomum e agressivo” vêm aparecendo em busca de alimento após o fechamento de restaurantes no país. Com isso, reparou-se em roedores que atacam e ate se alimentam de outros ratos, mesmo da própria colônia.

Isso porque as lixeiras dos estabelecimentos comerciais costumam ser a base da alimentação desses animais, que estão desesperados na busca de novas fontes. Dependendo dessas sobras, os roedores estão famintos. "Programas de saúde ambiental e controle de roedores devem observar um aumento nas requisições de serviços relacionados a roedores e relatos de comportamento incomum ou agressivo", alertou o órgão.

O biólogo especialista em roedores Robert Corrigan, porém, avida que esses casos não significam uma ameaça ao ser humano, pois os bichos parecem ter como alvo outros de sua espécie. Casos de canibalismo já foram relatados, principalmente de adultos atacando filhotes em ninhos. "Eles estão atacando uns aos outros, matando e comendo uns aos outros”, resume Corringan à BBC.

Além disso, as mudanças comportamentais afetaram a rotina dos ratos: eles parecem estar se arriscando em jornadas mais distantes de suas tocas, mesmo à luz do dia, o que é incomum. Animais do tipo tomam várias cidades, como Nova York, Nova Orleans e Chicago, o que também aumentou a procura por serviços de controle de roedores nas áreas residenciais.

Como ratos (ou seus parasitas como pulgas e vermes) transmitem uma série de doenças, os órgãos de saúde do país vêm anunciando dicas para que os civis eliminem “condições que possam atrair e sustentar a presença de roedores”, incluindo limpezas de entulhos, fechamento dos lixos, etc. O lado positivo é que a falta de alimentos também facilita a captura desses animais, atraídos facilmente por iscas.