Notícias » Reino Animal

Com mordida capaz de quebrar ossos humanos, tartaruga-aligátor é avistada em Presidente Prudente

Uma das tartarugas mais agressivas do mundo, a espécie não é nativa do Brasil

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 28/08/2021, às 11h25

A tartaruga-aligátor encontrada em Presidente Prudente
A tartaruga-aligátor encontrada em Presidente Prudente - Divulgação/Polícia Ambiental

Nativa da América do Norte e América Central, uma tartaruga-aligátor, da espécie Macrochelys temminckii, foi avistada em Presidente Prudente, no interior de São Paulo, na última quinta-feira, 26. As informações são do G1, seguindo dados da Polícia Militar Ambiental. 

O animal foi encontrado por uma pessoa perto da represa do Rio Santo Anastácio na cidade e foi levado à sede da Polícia Ambiental. As autoridades então encaminharam a tartaruga para o Zoológico da Cidade da Criança, onde está sob cuidados no parque ecológico.

A tartaruga-aligátor segurada por um oficial / Crédito: Divulgação/Polícia Ambiental

 

A Polícia Ambiental afirmou que o animal não é encontrado no Oeste Paulista, informação que foi confirmada pela médica veterinária Érica Silva Pellosi, da Cidade da Criança. Segundo a especialista, a espécie não faz parte da fauna do Brasil e pode ser considerada exótica.

"Ele é encontrado na América do Norte e América Central”, disse a estudiosa. “Ele é um animal extremamente perigoso, agressivo. A sua mordida é muito forte, podendo arrancar um pedaço de um membro". 

Pellosi ressaltou ainda que a tartaruga-aligátor é “um cágado, um animal semiaquático, que se alimenta de peixes, lagartos e pequenas aves”.

Segundo a polícia, trata-se de uma das tartarugas mais agressivas do mundo, além de uma das maiores. Os oficiais apontam ainda que a mordida do animal é mais forte que a de um leão, chegando a até 600 quilos, enquanto a do felino é de 400 quilos.

Foto mostra a tartaruga / Crédito: Divulgação/Polícia Ambiental

 

A comparação com o leão é importante para se ter ideia da capacidade da tartaruga. Mas eles ressaltam que a força das mandíbulas da espécie é tão grande que ela pode até mesmo quebrar ossos humanos facilmente

Quanto ao tamanho, a tartaruga-aligátor pode chegar a até 159 quilos, o que faz dela uma das maiores do mundo, segundo a corporação. 

Segundo a Polícia Militar Ambiental, o animal provavelmente foi abandonado e por isso foi encontrado ao acaso em Presidente Prudente, que não é seu habitat natural. As autoridades afirmam ainda que a ação consiste em crime.