Notícias » Ásia

Com necrotérios lotados, Sri Lanka passa a fazer cremações coletivas

Número de infectados com a Covid-19 dobrou no país no último mês

Fabio Previdelli Publicado em 09/08/2021, às 13h39

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Enquanto muitos países buscam retomar a normalidade em meio a pandemia do novo coronavírus, a situação no Sri Lanka parece estar longe do fim. Como mostra matéria publicada pelo UOL, o número de infecções no país dobrou no último mês, com mais de 2.500 casos e cerca de 100 mortes por dia sendo registradas.  

Com o aumento alarmante, a agência de notícias AFP relatou que a nação passou a realizar cremações coletivas de vítimas da covid-19, já que necrotérios locais estão com acúmulo de corpos. 

No último domingo, 9, 15 vítimas passaram pelo método funerário no crematório do cemitério geral de Colombo, na capital do país, já que o principal hospital do Sri Lanka não possui mais espaço para armazenar os corpos.  

Segundo dados oficiais, divulgados pelas autoridades locais, até agora o país já registrou mais de 5.100 mortes em consequência da Covid-19. Já os infectados chegam na casa dos 330 mil, embora especialistas estimem que os números reais possam ser maiores, relata o UOL.