Notícias » Ciência

Oito braços e inúmeros dentes: O parente distante da estrela-do-mar de 180 milhões de anos

A criatura marinha foi encontrada a encontrada a 500 metros de no Pacífico Sul e agora é alvo de pesquisas. Confira!

Penélope Coelho Publicado em 06/07/2021, às 09h34

Criatura marinha nomeada de Ophiojura
Criatura marinha nomeada de Ophiojura - Divulgação/Jay Black/Universidade de Melbourne

De acordo com informações publicadas pela revista Galileu, no último dia 20 de junho,  uma equipe de cientistas realizou um achado que vem chamando a atenção. Trata-se da descoberta de um animal marinho que é parente distante das estrelas-do-mar, como divulgou o estudo publicado na revista científica Proceedings of the Royal Society B.

Na ocasião, especialistas encontraram a criatura a 500 metros de profundidade, nas águas do monte submarino Banc Durand, no Pacífico Sul. Após pesquisas, os estudiosos concluíram que se tratava de uma espécie recém-descoberta, que vive há cerca de 180 milhões de anos.

Nomeado Ophiojura, o animal marinho apareceu pela primeira vez entre o final do período Triássico e o início do período Jurássico.

De acordo com os pesquisadores, atualmente, a espécie é tida como paleoendêmica, ou seja, já foi muito difundida em certa época, mas, hoje em dia só pode ser encontrada em áreas restritas.

Fotografia analisa um dos braços da criatura marinha / Crédito: Divulgação / Ben Thuy/Natural History Museum Luxembourg

 

Segundo revelado na pesquisa, a criatura chama atenção por diversos aspectos. A começar por seus oito braços, o que o líder do estudo, Timothy O’Hara, considera como algo “especial”.

Além disso, a criatura também apresenta dentes afiados como espinhos, para os especialistas, essa característica pode ter ajudado os Ophiojura a capturarem presas. Agora, os pesquisadores querem entender mais sobre o animal marinho, que segue sendo alvo de estudos.

Confira a pesquisa completa aqui!