Notícias » Mundo

Comercial que mostra casal inter-religioso é removido na Índia

Após boicote, a marca de joias apagou das suas redes sociais a propaganda que apresentava um chá de bebê organizado por sogros muçulmanos para uma noiva hindu

Isabela Barreiros Publicado em 13/10/2020, às 16h15

Propaganda da marca indiana de joias Tanishq
Propaganda da marca indiana de joias Tanishq - Divulgação/Tanishq

Uma marca popular de joias na Índia foi boicotada após colocar como protagonistas em seu comercial um casal inter-religioso. Após as reações negativas nas redes sociais, a Tanishq desabilitou comentários e likes nas publicações do anúncio no Facebook e no Youtube, e, depois, apagou o vídeo de seu perfil.

Na descrição da propaganda no Youtube, a marca escreveu: "Ela é casada em uma família que a ama como a um filho. Só por ela, eles se esforçam para celebrar uma ocasião que normalmente não fazem. Uma bela confluência de duas religiões, tradições e culturas diferentes”.

No entanto, o vídeo de 43 segundos, que promovia uma linha chamada Ekatvam, que em hindi significa unidade, não foi recebido com bons olhos. Alguns afirmaram que a Tanishq estava tentando promover a “jihad do amor”. O termo faz referência à acusação de que homens mulçumanos convertem mulheres hindus por meio do casamento.

O comercial em questão apresentava um chá de bebê organizado por sogros muçulmanos para uma noiva hindu. A união das duas famílias de religião diferente atrai censura há muito tempo na Índia, e o boicote à marca apareceu até mesmo no topo das tendências do Twitter. 

"Os fanáticos do Hindutva pediram um boicote para destacar a unidade hindu-muçulmana por meio deste belo anúncio", escreveu o parlamentar Shashi Tharoor em sua conta no Twitter. "Se o 'ekatvam' [unidade] hindu-muçulmano os aborrece tanto, por que não boicotam o símbolo mais antigo da unidade hindu-muçulmana — a Índia?", afirmou.