Notícias » Brasil

Comerciante com braço amputado recebe multa curiosa

O caso aconteceu em Vitória, no Espírito Santo. Entenda!

Pedro Paulo Furlan, sob supervisão de Pamela Malva Publicado em 20/01/2022, às 22h00

Comerciante amputado segura a sua multa por estar com o braço para fora do carro
Comerciante amputado segura a sua multa por estar com o braço para fora do carro - Divulgação / TV Globo

Na carteira de motorista, ou o CNH, pessoas com deficiência podem identificar suas condições, caso elas afetem a maneira como dirigem, para que o sistema de tráfego possa lidar com a situação da melhor forma possível. No entanto, não foi isso que aconteceu com um comerciante na capital do Espírito Santo.

Em Vitória, um homem de 72 anos recebeu uma multa deveras confusa, especialmente considerando o fato de que teve seu braço esquerdo amputado. De acordo com a punição recebida, o homem estava com o membro — justamente o que não têm — para fora da janela enquanto dirigia.

Em conversa com o UOL, o indivíduo explicou que era somente ele que estava dentro do carro, afirmando que este é o principal motivo pelo qual a multa não faz sentido, além de afirmar que sua CNH aponta sua deficiência de maneira clara e explícita.

Poderia ter me dado outra multa por outras coisas, eu não teria nem recurso. Mas essa? Já recorri. Tem que ter um respeito maior com os comerciantes e com o usuário”, explicou.

A Semsu (Secretaria Municipal de Segurança Urbana) e a Setran (Secretaria de Transportes, Trânsito e Infraestrutura Urbana) de Vitória, não posicionaram-se em relação ao caso para esclarecer a multa, porém o comerciante já conseguiu um advogado e está recorrendo à punição.