Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Dom Phillips

'Como Salvar a Amazônia': Dom Phillips escrevia importante livro sobre a Amazônia

Dom Phillips e o indigenista Bruno Pereira estavam desaparecidos na Amazônia

Redação Publicado em 13/06/2022, às 10h09 - Atualizado em 18/06/2022, às 05h00

Registro de Dom Phillips - Divulgação/Arquivo Pessoal
Registro de Dom Phillips - Divulgação/Arquivo Pessoal

O desaparecimento de Bruno Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips continua. Desde o dia 5, eles estavam desaparecidos no Amazonas, numa busca que foi parar nos noticiários internacionais. 

Ao lado de Bruno Pereira, membro da Unijava e também servidor em licença da Funai, o jornalista inglês realizava pesquisas. Ele escrevia a obra 'Como Salvar a Amazônia', sendo selecionado para uma bolsa da Alicia Patterson Foundation.

Diante do cenário de desmatando que afeta a Amazônia nos dias atuais, o livro de Phillips tem grande importância. Á Folha de S.P, Paul Sherwood, cunhado do jornalista, enfatizou o quanto Phillips amava o Brasil e a importância da obra que era elaborada.

Gostaríamos de enfatizar o quanto ele ama o Brasil e a importância da pesquisa que está fazendo sobre a Amazônia e como preservá-la, tanto como uma região selvagem quanto uma esperança para os povos indígenas", disse Sherwood ao veículo em reportagem divulgada no domingo, 12.

O desaparecimento

Bruno Araújo Pereira e o inglês Dom Phillips desapareceram na Amazônia. A informação foi divulgada através de uma nota emitida pela União dos Povos Indígenas do Vale do Javari (Univaja), na última segunda-feira, 6 de junho.

A nota descreveu que eles sumiram no trajeto que compreende a comunidade Ribeirinha São Rafael e a cidade de Atalaia do Norte. Eles tinham o objetivo de realizar uma entrevista com indígenas próximo à localidade Lago do Jaburu. Vale ressaltar que Phillips e Bruno faziam expedições desde 2018, conforme divulgou o Guardian.

"Os dois se deslocaram com o objetivo de visitar a equipe de Vigilância Indígena que se encontra próxima à localidade chamada Lago do Jaburu (próxima da Base de Vigilância da FUNAI no rio Ituí), para que o jornalista visitasse o local e fizesse algumas entrevistas com os indígenas", destacou a nota.

Bruno eDom Phillips foram vistos pela última vez no domingo 5 de maio, quando chegaram à comunidade São Rafael, às 6h. Depois, seguiram rumo à Atalaia do Norte, em embarcação nova, com 40 cavalos e 70 litros de gasolina.