Notícias » Coronavírus

Companhia aérea norte-americana irá descontar salário de funcionários que não se vacinaram

A medida da Delta Air Lines foi anunciada oficialmente pelo presidente da empresa

Penélope Coelho Publicado em 27/08/2021, às 09h55

Delta Air Lines
Delta Air Lines - Getty Images

De acordo com informações da agência de notícias AFP, publicadas pelo portal BOL, na última quarta-feira, 25, a famosa companhia aérea norte-americana, Delta Air Lines, anunciou que irá descontar o salário de seus funcionários que ainda não se vacinaram contra o novo coronavírus.

Segundo revelado na reportagem, caso o profissional não tenha recebido o imunizante serão descontados por mês 200 dólares, aproximadamente de R$ 1.048, de seus respectivos seguros médicos. A medida foi anunciada em comunicado oficial, pelo presidente da companhia, Ed Bastian.

Em nota, o presidente justificou a decisão afirmando que a internação de seus funcionários em decorrência do vírus, causou prejuízos para a empresa. De acordo com Bastian, todos os profissionais da Delta que foram hospitalizados não estavam com a imunização completa.

Segundo o presidente, a nova norma tem como objetivo compensar "o risco financeiro que pesa sobre a empresa pela decisão de não se vacinar”. Sabe-se que atualmente, os EUA enfrentam queda na taxa de vacinação contra a Covid-19, em meio à recusa de parte da população em receber o imunizante.