Notícias » Brasil

Comparou com nazismo: Ciro Gomes se pronuncia a respeito da situação da Cuba

Político também aproveitou o momento para tecer críticas ao atual governo: "A política externa brasileira não pode ser condescendente"

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 17/07/2021, às 12h42

Trecho do vídeo postado pelo político
Trecho do vídeo postado pelo político - Divulgação / Twitter/ Arquivo Pessoal

O político Ciro Gomes (PDT) publicou em sua conta pessoal do Twitter um vídeo em que comenta a situação de Cuba, que passou por extensos protestos tanto contra quanto a favor do governo durante o último final de semana.

"Outros regimes despóticos, até mesmo terríveis como os de Hitler [na Alemanha], Mussolini [na Itália] e Stalin [na União Soviética], foram apoiados por certo tempo pela maioria do povo. Mas esse apoio não os transformou em democracias", argumentou o ex-ministro, que classificou o regime cubano como ditatorial. 

Ciro também criticou a atitude de Bolsonaro em relação à situação do país comunista: "A política externa brasileira não pode ser condescendente, como é agora no governo Bolsonaro, com o desrespeito à soberania de Cuba e ao direito internacional, promovido pelos Estados Unidos", declarou ele. 

Por fim, Gomes também se diferenciou do posicionamento do PT, dizendo que durante os governos liderados por candidatos petistas a política externa foi “cheia de desculpas para as ditaduras, desde que rotuladas de esquerdistas”. 

Veja o vídeo postado por Ciro na íntegra abaixo: