Notícias » Personagem

Compra do Twitter por Elon Musk é pausada

Internautas acreditam que ele vá voltar atrás na decisão da aquisição

Ingredi Brunato, sob supervisão de Fabio Previdelli Publicado em 14/05/2022, às 10h15

Elon Musk
Elon Musk - Getty Images

Após uma compra avaliada em 73,5 milhões de dólares que tornou Elon Musko maior acionista do Twitter no início do mês passado, o empresário passou a se mostrar interessado em adquirir a rede social por completo. 

Sua primeira oferta ocorreu no último dia 14 de abril e, após negociações, teria sido aceita e consolidada através de um acordo em 25 de abril, de acordo com informações do jornal Valor. Os valores giram em torno de 44 bilhões de dólares.

O processo da compra, todavia, não é tão simples e ainda não foi completada. Na última sexta-feira, 13, o CEO da Tesla anunciou através de sua conta do Twitter que o acordo foi "temporariamente suspendido". 

O motivo da pausa seria o aguardo de maior apuração a respeito da quantidade de contas falsas ou administradas por robôs presentes na plataforma. Os executivos da rede social, por sua vez, defendem que o número represente "menos de 5%" dos usuários totais. 

Ceticismo

Após a informação inicial, Musk ainda garantiu para seus seguidores que ainda está interessado na compra do Twitter. A suspensão do acordo, nesse contexto, seria só um obstáculo momentâneo do processo. Alguns dos usuários que responderam à publicação, porém, se mostraram descrentes.

"Tradução: o acordo do Twitter está em espera porque Elon Musk nunca queria realmente comprá-lo, e agora está procurando por razões para evitar a multa de 1 bilhão", afirmou Andrea Junker

"Por que essa porcentagem influenciaria sua decisão, eu não tenho ideia, e parece uma esquiva de comprometimento com um problema maior... a primeira desculpa que surge para desistir, você está colocando [o acordo] em espera", apontou, por sua vez, Sarah Eaglesfield, uma desenvolvedora de inteligência artificial. 

Entre os céticos, estava ainda o conhecido comentarista financeiroPeter Schiff: "Parece que eu estava certo desde o início. Você nunca pretendeu comprar o Twitter. Você estava blefando o tempo inteiro. Quantas ações do Twitter você vendeu antes de tuitar esse anúncio?", afirmou ele.