Notícias » Reino Unido

Com procura de abrigos subterrâneos durante pandemia, Bunker da Guerra Fria é avaliado em 273 mil reais

Com a pandemia de Covid-19, algumas pessoas estão buscando uma maneira inusitada de se proteger da doença

Giovanna Gomes Publicado em 26/01/2021, às 08h19

As construções subterrâneas têm sido procuradas devido à pandemia de covid-19
As construções subterrâneas têm sido procuradas devido à pandemia de covid-19 - Divulgação

Com a pandemia de covid-19 e a necessidade de promover isolamento social, os bunkers, construções subterrâneas, passaram a ser buscados por pessoas que procuram uma maneira peculiar de se proteger da doença.

Em dezembro do ano passado, uma empresa do ramo de construção e venda de bunkers chamada Vivos colocou à venda propriedades pelo preço de até 1 milhão de reais. 

Um exemplar localizado na Grã-Bretanha e construído em 1961 para observar possíveis ataques inimigos durante a Guerra Fria será leiloado pelo valor inicial de 50 mil dólares, em torno de 273 mil reais. As informações são do portal de notícias UOL.

Conforme declarou Adam Cook, diretor da Auction House Devon e Cornwall, empresa responsável pelo leilão,"é uma coisa histórica, há alguns beliches antigos lá embaixo e um pequeno banheiro químico, é um pequeno pedaço da história britânica". E prosseguiu: "Recebemos muito interesse de muitas pessoas que, presumivelmente, querem usá-lo como seu próprio esconderijo seguro da Covid".

Ele ainda afirma que a pessoa que comprar a propriedade poderá decidir se utilizará ou não o beliche enferrujado, bem como os demais objetos presentes como dispositivos indicadores de explosões, um telefone, um indicador de força de bomba um rádio e um instrumento que mede radiações.