Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mundo

Congresso americano confirma aumento de OVNIs nos últimos anos

Novos relatórios preocupam sobre a origem desses aparecimentos

Alan de Oliveira | @baco.deoli sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/05/2022, às 09h10

OVNIs avistados por caças americanos - Divulgação/ Departamento de Defesa dos Estados Unidos
OVNIs avistados por caças americanos - Divulgação/ Departamento de Defesa dos Estados Unidos

Em reunião do congresso americano anunciada ontem, o vice-diretor de inteligência naval, Scott Bray, informou nesta quarta-feira, 18, que houve de fato um aumento na quantidade de objetos voadores não identificados nos últimos 20 anos.

"Desde o começo dos anos 2000, observamos um número crescente de objetos não autorizados ou não identificados, isso devido os esforços consideráveis do exército americano que visam a desestigmatizar o ato de reportar esses encontros, bem como aos avanços tecnológicos”, diz Bray.

Ele ainda lembrou que até o momento, não há evidências e nem nada que leve os pesquisadores a pensarem que algum desses OVNIs seja por conta de algum tipo de vida não pertencente ao planeta Terra, porém, ressaltou que não devemos deixar como certo que não existam, até que possam estudar toda e qualquer aparição de tais objetos.

Há indícios mesmo que ainda bem baixos, que alguns dos fenômenos podem ser devido à presença de drones ou aves que criam confusões de detecção dos radares. Outra tese, é do treinamento militar, que lança corpos aéreos que são difíceis de ter certeza sobre sua origem e formato, por serem tão diferentes do comum, segundo apuou o portal de notícias UOL.

Possíveis ameaças?

"Os fenômenos aéreos não identificados são uma ameaça potencial à segurança nacional e devem ser avaliados nesse sentido", falou o deputado Andre Carson, que presidiu a audiência.

No momento, os Estados Unidos foca os seus estudos em determinar por pesquisas de campo, se os objetos têm algum propósito de violência perante o país.