Notícias » Estados Unidos

Coreia do Norte classifica diplomacia de Biden como "espúria" e "hostil"

Em comunicado pela agência estatal KCNA, a tentativa de desnuclearização é vista como uma desculpa para interferências dos EUA

Redação Publicado em 03/05/2021, às 09h39

Joe Biden, presidente dos EUA
Joe Biden, presidente dos EUA - Getty Images

O governo da Coreia do Norte classificou o presidente dos Estados Unidos Joe Biden de manter uma política hostil, acusando a diplomacia do país norte-americano como "espúria", ou seja, não-legitima, como informa o portal UOL. O comunicado foi lançado pela agência estatal KCNA apontando o descontentamento pela postura “defasada” do chefe-de-estado.

"A declaração reflete claramente sua intenção de prosseguir uma política hostil a respeito da RPDC (República Popular Democrática da Coreia), o que o governo dos Estados Unidos faz há mais de meio século", assinou em nota Kwon Jung Gun, funcionária do Ministério das Relações Exteriores.

Na última quarta-feira, 28, Biden fez seu primeiro discurso presidencial do Congresso estadunidense e citou a relação posterior do ex-presidente Donald Trumpcom o país asiático, afirmando que usaria a diplomacia para tentar negociar uma contenção nuclear com a Coreia do Norte.

A nota da KCNA retrucou a afirmação, apontando que a desnuclearização é uma desculpa para interferir politicamente: “A suposta diplomacia americana é um indicador espúrio para acobertar seus atos hostis e a dissuasão anunciada é um meio de submeter a RPDC a ameaças nucleares”, completou.