Notícias » Ásia

Coreia do Norte explode escritório que mantinha como ligação com a Coreia do Sul

O local construído em 2018 fazia parte das medidas para reduzir a tensão entre os países

Penélope Coelho Publicado em 16/06/2020, às 10h18

Prédio em Kaesong
Prédio em Kaesong - Divulgação: Yonhap News

De acordo com o ministério da Unificação — órgão de coordena a relação entre as duas Coreias —, nesta terça-feira, 16, a Coreia do Norte explodiu o escritório de coordenação de relações com a Coreia do Sul. O prédio ficava na cidade de Kaesong, uma fronteira entre as nações.

O local inaugurado em 2018 fazia parte das medidas amigáveis feitas no acordo entre as Coreias, assinado no mesmo ano. Segundo o ministério da Unificação, a explosão ocorreu às 14h49 do horário local — 2h49 no horário de Brasília. Essa atitude se deu no momento em que o diálogo das Coreias sobre ações nucleares está paralisado.

Na última segunda-feira, 15, o líder sul-coreano, Moon Jae-in, havia feito um pedido de paz para a Coreia do Norte, pedindo a retomada do diálogo entre as nações. A fala do presidente se deu após ameaças divulgadas pela mídia da capital norte-coreana Pyongyang, sobre o rompimento com a Coreia do Sul.

Anteriormente, a irmã do líder norte-coreano Kim Jong Um, havia afirmado que tomaria algumas medidas contra sua vizinha, Coreia do Sul. De acordo com a agência de notícias KCNA, Kim Yo Jong, cogitou uma quebra da relação entre as nações, além de ter citado a possibilidade de ações envolvendo forças militares.