Notícias » Mundo

Coreia do Sul duvida que Kim Jong-un tenha passado por cirurgia delicada

Dois dias depois da volta do líder norte-coreano às manchetes, o governo sul-coreano anunciou que não acredita na operação do presidente

Pamela Malva Publicado em 04/05/2020, às 14h20

O líder norte-coreano Kim Jong-un
O líder norte-coreano Kim Jong-un - Divulgação

Após quase três semanas de ausência, o líder norte-coreano Kim Jong-un teve sua saúde questionada no mundo todo, por diversas vezes. Agora, autoridades sul-coreanas duvidam que o presidente tenha, de fato, sido submetido a uma cirurgia.

Segundo a agência de notícias sul-coreana Yonhap, autoridades do país, que não tiveram seus nomes divulgados, dizem não acreditar “que o presidente Kim tenha sido operado”. Nesse sentido, o site Daily NK afirma que a saúde do líder estaria comprometida pelo consumo de cigarros, pela obesidade e pela estressante rotina. 

De de acordo com Moon Chung-in, principal consultor de política externa do governo sul-coreano, entretanto, Kim Jong-un está “está vivo e bem”. O representante também afirmou que o líder está vivendo na região de Wonsan desde o dia 13 deste mês.

Conforme noticiado pela rede de TV CNN, através de uma fonte próxima ao político, Kim Jong-un teria se afastado da política por se encontrar em um estado de saúde crítico após o citado procedimento cirúrgico. Ele reapareceu no dia 2 de maio, durante a inauguração de uma fábrica de fertilizantes norte-coreana.