Notícias » Coreia do Norte

Coreia do Sul nega boato sobre Kim Jong-Un: “Está governando normalmente”

Comunicado publicado pelo governo desmente, a princípio, especulações sobre o “estado crítico de saúde” do líder norte-coreano

Fabio Previdelli Publicado em 21/04/2020, às 10h00

Kim Jong-un, o Líder Supremo da Coreia do Norte
Kim Jong-un, o Líder Supremo da Coreia do Norte - Getty Images

O governo da Coreia do Sul afirmou, por meio de um comunicado oficial divulgado hoje, 21, que Kim Jong-Un está “governando normalmente” o país vizinho, desmentindo, a princípio, especulações de que o ditador norte-coreano está em estado crítico de saúde.

Segundo a declaração, "não foram detectados sinais incomuns de apoio a relatórios sobre suas condições de saúde". A nota também contesta uma reportagem publicada em um jornal sul-coreano que afirma que Kim está se recuperando de uma cirurgia na região do Monte Myohyang, dizendo que não há indícios de que ele esteja nesta parte do país.

O questionamento sobre o estado de saúde do líder asiático começou quando Kim Jong-Un não participou — pela primeira vez — da comemoração anual do Dia do Sol, que celebra o aniversário de seu avô Kim Il-sung (108 anos em 2020), fundador do país em Pyongyang e declarado Presidente Eterno do país pela constituição. A celebração ocorreu no último dia 15 de abril.

Já ontem, 20, a rede de TV CNN noticiou, através de uma fonte próxima ao político, que Jong-Un estaria em estado crítico de saúde após passar por uma cirurgia e que fontes oficiais dos Estados Unidos acompanhavam de perto o desenrolar dessas informações.

Posteriormente, o Daily NK divulgou que o ditador teria sido submetido a uma intervenção no sistema cardiovascular, em 12 de abril, por causa de “fumo excessivo, obesidade e excesso de trabalho”. Ainda segundo o Daily NK, Kim está sendo vigiado por 30 membros da guarda pessoal do líder da Coreia do Norte.